terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Estranhos Pensamentos

Nada absolutamente nada
Saio sem demoras e nem me despeço
Me arrependo, volto atrás e vejo que ja foi
Agora ja não posso mais
Como posso, entre um copo e outro vou me conformando
Não a nada para mim.Nada...
Sou louco em pensar assim
Sou louco ao tentar me confundir
Mais agora ja foi
Estou de ressaca e não a mais nada a se fazer
Aquilo,aquele, os outros eu e ninguêm
Todos aqui na mente confusa
que me confunde tambem...


Sem cerimonias
Sem dinheiro
Sem teu carater violento simplismente sem medo
Ancoras de pensamentos que me fazem escrever
oque não quero
Sai da água dos meus olhos vermelhos
Não é triste
Não era pra ser triste
Mais no final é sempre tudo
que escrevo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário