quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Meu, Bra, Sil





Não sei se te dou mais um tapa ou se te calo meu Brasil
Tem todos os ouvidos os meios que se depuresem sobre o seu ardil
Tem trechos não proclamados, infernizando o seu viril
Guerreando entre sua paz e a pobre força que o pariu
Deixando o meu lugar a tua terra ò meu Brasil
Deplorando um acontecimento reguardo seu calor hostil
Se tem peito amado tem amado meu Brasil
que de sua sutileza riqueza esta froxa a idéia sutil
Tenho me polpado ,tenho amado meu Brasil
Verdades estampadas no povo pela sua força ardil

Por Manfrá

Um comentário:

  1. muito legal teu blog, to seguindo

    http://isakdecastro.blogspot.com/

    ResponderExcluir