quinta-feira, 7 de agosto de 2014

História extinta

Essa é a história que não merece ser contada
Não merece ser ouvida
Extinta é o que deveria ser lhe feita
Mas a razões para que isso se finda
Que trague luz para desconhecidos 
E revele nossos passos 
Que não se amontoe rotina sobre a vida 
E se faça livre como dos índios  
Que a história traz sangue 
E o homem branco como principal ator 
Que as histórias dos generais 
Não são nossas histórias
Quantos passos se dão daqui 
Até o parágrafo final? 
Palavras malditas medidas 
Por engenheiros mentais
História é sujeira 
Debaixo do tapete sendo redescoberta
Desmascarada em sua oblação 
Sacrifício é o que fazemos 
Vencendo a nós mesmos
Andar nesse mundo como estrangeiro
Peregrino sem terra natal
Ser visto do alto como filho de Deus 
De baixo como louco suicida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário